Se você fica irritado com barulhos da mastigação ou ao beber algo, cuidado: isso pode ser um sinal de um distúrbio cerebral

Você se sente aborrecido quando ouve algum fezendo barulho ao mastigar, beber  alguma coisa e outros sons semelhantes que o corpo humano pode fazer? Você quer gritar com essa pessoa, dizer algo grosseiro ou se fica completamente impaciente e até mesmo agressivo? Bem, acontece que alguns de nós, mais ou menos, têm um distúrbio cerebral chamado misofonia.

1

Misofonia significa literalmente “ódio ao som”. Começou a ser discutido como uma condição em 2000 e muitos pesquisadores tentaram estudar emoções negativas, pensamentos e até mesmo reações físicas que são desencadeadas por sons específicos.

Mas você não deve se preocupar muito, porque a misofonia ainda não é classificada como condição auditiva ou psiquiátrica.

2

A misofonia não é apenas um caso de sons desagradáveis ​​que você não gosta, mas um caso em que os sons te deixam louco! Se houver um cara mastigando e bebendo bem perto de você, o som parecerá o som central em todos os lugares.

Às vezes, pode levar a um problema sério com relacionamentos, membros da família e amigos. As reações podem ser muito inesperadas e levar a brigas.

3

Segundo os pesquisadores, há uma grande diferença física no cérebro de pessoas com misofonia. Grandes quantidades de mielinização, o isolamento do cérebro, podem ser encontrados em pessoas com misofonia.

E pode ser um alívio, para aqueles cujos amigos e familiares não acreditam, saber que o ódio aos sons não é apenas uma esquisitice e aborrecimento, mas pode ser apoiado por evidências médicas.

Então, há um tratamento para a misofonia?

Especialistas dizem que não existem maneiras exatas de curar e não há tratamentos completamente eficazes para a misofonia. Mas isso não significa que você precise desistir, porque ainda existem diferentes métodos de lidar com esse problema.

4

Alguns institutos oferecem hipnoterapia, que é um método que está sendo desenvolvido por Chris Pearson .

O tratamento mais popular para a misofonia é o som. Preencher o espaço com som usando dispositivos é uma boa opção.

Mas também há boas notícias. Segundo alguns pesquisadores, as pessoas que têm misofonia são mais propensas a serem gênios criativos.

Como você presta mais atenção a alguns sons do que a maioria da população, é melhor perceber as coisas e alimentar seu cérebro com mais detalhes.

 

Fonte: Brightside



0 Comentário(s)

Deixe seu comentário